O Shopping

Localizado em Itaipava, região serrana do rio, o Shopping Itaipava foi o primeiro da região, cujo símbolo foi inspirado no nome indígena que significa “Pedra Que Chora”.
Foi inaugurado em novembro de 1984. Possui 52 lojas distribuídas nas áreas de: gastronomia, moda, calçados, acessórios, beleza, decoração, brinquedos e utilidades; além de ótica, fisioterapia, pilates, e turismo. Possui também escritórios de advocacia, contábil, administrativo e financeiro.
Em sua área interna possui o espaço kids, TV e uma “Lounge” muito aconchegante situada no coração do shopping.
É considerado um dos pontos mais procurados da região, onde circulam veranistas e muita gente bonita que adoram curtir sua charmosa varanda, seja no friozinho da serra, seja nas temperaturas mais amenas do verão.
Simpático e Charmoso, o Shopping Itaipava é a verdadeira

Essência da Serra
Lojas

O Shopping Itaipava começa a surgir quando o empresário Philippe Guédon resolve residir em Petrópolis, no ano de 1975. Junto com o seu pai, Roger Guédon, e seu cunhado, Reginaldo Arantes, adquiriram um terreno na Estrada União e Indústria para a construção de um galpão para, na época, abrigar a Gabinal - loja de materiais de construção, equipamentos para casa e piscina.
A Gabinal já era fruto de uma profunda fé na vocação de Itaipava como um importante centro econômico e social, inclusive pela evidência de abrigar o cruzamento de importantes rodovias: a estrada do Contorno (BR-040, ligação com o Rio, Juiz de Fora e BH), a União e Indústria vinda de Petrópolis, a continuação da União e Indústria para os demais distritos, e a estrada de Teresópolis (Philúvio Cerqueira Rodrigues). Impossível não ver ali um núcleo importante em um futuro próximo. A instalação da Gabinal já começara a atrair atenções e todos concordavam quanto ao futuro mais do que promissor do local. Havia certo ceticismo quanto à velocidade em que o processo de desenvolvimento realmente seria iniciado, contou Philippe.
A partir desta visão, resolveram mudar o enfoque do empreendimento e transformar a grande loja em shopping, o primeiro de toda região. “Nossas pesquisas não identificaram, à época, receptividade para a fórmula clássica dos shoppings. Então nós optamos por vender as unidades. Um casal de arquitetos, Henrique e Heloisa Behrens, dispusera-se a participar da concepção e realização do projeto, assim como Paulo Huber, contador e administrador da região. O projeto foi encontrando adesões como a Loja do Vianna, artesanatos como os de Telmo Santana e Almir Martins de Oliveira, locação de vídeos de Ney Botafogo, artigos para presente de Walter Berner, delicatessen de Renatinho Rocha Miranda, a consultoria empresarial do prof. Peter Barth e de sua esposa Dra. Telma, a academia da inesquecível Catsue, a Galícia de origem assumidamente espanhola, a agência de venda de passagens da Salutaris e da Única, a própria Gabinal que se concentrava nas atividades ligadas a piscinas e saunas, e até uma saleta de cinema, entre muitas outras atividades, a maioria pioneiras em Itaipava”, explicou Guédon.

Acompanhando o crescimento e a modernização da região, o Shopping Itaipava ocupa hoje uma área de 3.200m². Possui dois pisos com lojas distribuídas em diversos segmentos e serviços, um elevador, uma escada interna e uma área coberta para eventos e exposições. Conta também com amplo estacionamento e extensa varanda.